Exposição à fumaça do cigarro tem consequências negativas para as crianças e famílias

Exposição à fumaça do cigarro tem consequências negativas para as crianças e famílias

A exposição involuntária à fumaça de tabaco causa substancial morbidade em crianças. Pesquisadores do Tobacco Research and Treatment Center testaram se crianças expostas à fumaça do tabaco em casa têm maior absenteísmo escolar.

Foram analisados dados sobre saúde e absenteísmo em escolares de 6 a 11 anos. As crianças que vivem com 1 ou 2 adultos que fumavam em casa tiveram 1,06 e 1,54 mais dias de falta escolar por ano, respectivamente, do que crianças que vivem com nenhum fumante em casa. Viver com  2 adultos que fumavam em casa foi associado com um aumento de notificações de ter 3 ou mais infecções de ouvido nos últimos 12 meses e resfriado nas 2 semanas antes da entrevista.

Chegou-se à conclusão que a exposição à fumaça do tabaco tem consequências significativas para as crianças e famílias e além da morbidade infantil, inclui desvantagem acadêmica, escolares e encargos financeiros.

O novo estudo foi publicado na revista Pediatrics.

Fonte: Pediatrics, Volume 128, Number 5, 2011,